Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contos das Estrelas

Neste blog são apresentados conteúdos literários. Para qualquer assunto podem contactar o autor via blogsnat@gmail.com. Aceitam-se contributos de outros autores, de 4 a 24 de cada mês, relativos ao tema Natureza ou Universo. :)

Contos das Estrelas

Neste blog são apresentados conteúdos literários. Para qualquer assunto podem contactar o autor via blogsnat@gmail.com. Aceitam-se contributos de outros autores, de 4 a 24 de cada mês, relativos ao tema Natureza ou Universo. :)

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

A Antologia Natureza 2018-2019

por talesforlove, em 11.08.19

Caros Amigos e Autores,

É com enorme prazer que informamos estar “concluída” a produção da Antologia Natureza 2018-2019.

A conclusão deste trabalho poderia nunca ser dada como real, dada a tamanha beleza dos trabalhos recebidos e selecionados e a inspiração por ela suscitada.

Este ano, a Antologia divide-se em Caderno 1 e Caderno 2, em quase 300 páginas de sucesso crescente.

 

Fica um abraço suave e incondicional, como o de uma árvore, tal qual a árvore e o amor na música seguinte:

“Ombra Mai Fu” (“Sombra nunca foi” ou “A árvore nunca foi sombra”) por Franco Fagioli.

 

 

E como estamos em Agosto, tempo de regresso a Portugal de imensos Emigrantes Portugueses, fica uma música de homenagem, com um vídeo realizado durante uma dessas viagens de regresso, por exemplo, a partir de França.

 

“Meu querido mês de Agosto” por Dino Meira.

 

https://www.youtube.com/watch?v=KmIQws6geFY

 

Um enorme Muito Obrigado a todos e Até Breve.

 

Feira do Livro de Lisboa 2017, Livros & Viagens

por talesforlove, em 07.06.17

Este ano a Feira do Livro de Lisboa realiza-se de 1 a 18 de Junho, sendo que entre 1 e 6 de Junho foi possível observar, por telescópio, a lua e Júpiter.

A Lua Cheia no céu de Lisboa em noite de Livros... aumentada 66 vezes.

luacheia6Junho2017ok.gif

 Júpiter e as suas luas...

jupiter6Junho2017ok.gif

 O céu "original" sem ampliação...

ceu6Junho2017ok.gif

 

 

Há algo de mágico nestas imagens, somos levados a relativizar tudo, inclusive todas as ideias e sonhos contidos nos livros que ali nos rodeiam a todos. Afinal, o nosso tudo é nada perante a imensidão do universo. Quanta beleza!

 

Entretanto, como o preço dos bilhetes de viagem para a Lua é bastante elevado, podemos pensar, imaginar, viajar até ao Brasil.

Fica o convite a conhecer melhor o Brasil através de uma visita à página de viagens:

http://cantodomundo.com.br

 

Um abraço e boas leituras.

 

 

Outro Fado em Esquina de Alfama, Lisboa

por talesforlove, em 29.05.17

 No “Esquina de Alfama” foi possível encontrar um conjunto de Fadistas que animam a noite com as suas vozes e guitarras, a tal ponto que nos sentimos confusos, entre o tradicional e o brilhar dos telemóveis que surgem nas mãos dos visitantes ansiosos por levar consigo um pouco da atmosfera do restaurante.
Sente-se uma paz que nos invade pela forma inesperada como o Fado toma conta de nós, ali no meio da Lisboa Antiga, cercada pela modernidade. Não muito longe, durante o dia, é possível avistar barcos enormes que vêem lotados de turistas de todo o mundo, aventureiros dos mares, de capacidade muito superior ao Titanic. A sua dimensão imensa rivaliza com a profundidade do que sentimos em locais tão pequenos em espaço habitável e preenchidos por música, mas tão grandes em história e qualidade.
Sabemos que frequentemente o público não compreende a letra, só que isso não interessa a ninguém. A música impõem-se sem mais delongas e todos nós ali comungamos de um estado de alma que nos preenche com sonhos, pedaços de passados que só existiram enquanto aproximação entre o que imaginamos e o que realmente foi...
Assim, embalados pela melodia e o famoso trinar das guitarras, lugar comum tantas vezes recordado, quase nos esquecemos de saborear a comida sobre as mesas, ali mesmo à nossa frente. Também ela de qualidade imensa, também ela recheada de sabores com histórias milenares... E no final, tanto palavreado que possamos apresentar nunca, mas nunca, poderá substituir uma visita em dia de encontro pacífico connosco e com os outros, num local tão único quanto cada ser humano pode ser, e é.

III - 3a Parte - Tríptico poético em clave de Sol

por talesforlove, em 15.06.15

À mudança do mundo, tudo dou,

sem escolha, que eu, para ele, de tão pouco, nada sou.

Às vezes resta-me uma estrela Alpha Centauri, sem nexo,

de brilho cristalino, gélido, e eu me deixo ir preplexo.

 

Só que, no Universo, tudo o que é próximo,

é também um irradiar distante...

Pelo que, para ir além no horizonte, fecham-se os olhos,

e a imaginação necessita-se então aos molhos...

 

Para o novo Sol Centauri, nem a rápida arte de viajar,

que permita ver outros prados verdejantes,

nem novas estrelas à noite refletidas em novo mar.

Temos só a poesia perfumada, nostágica do Antes.

 

Nota: a estrela Alpha Centauri é a estrela mais próxima da terra, encontrando-se a 4 anos luz.

A velocidade da luz é cerca de 280 mil quilómetros por segundo.

meta

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D