Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contos das Estrelas

Neste blog são apresentados conteúdos literários. Para qualquer assunto podem contactar o autor via ruiprcar@gmail.com. Aceitam-se contributos de outros autores, de 4 a 24 de cada mês, relativos ao tema Natureza ou Universo :-)

Contos das Estrelas

Neste blog são apresentados conteúdos literários. Para qualquer assunto podem contactar o autor via ruiprcar@gmail.com. Aceitam-se contributos de outros autores, de 4 a 24 de cada mês, relativos ao tema Natureza ou Universo :-)

Um poema, uma música e um concurso

por talesforlove, em 07.05.22

Hoje partilha-se um poema incluído na Antologia Natureza 2015/21.

 

LOVE, por Simone Souza (Brasil)

Love is born full

There are no small stages

When you install

Live and ready

 

This feeling has a 

Conducting wire

That cannot be cut

Not even for the pain.

 

Uma tradução possível para português, por Rui M.

 

AMOR

O amor nasce pleno

Não existem palcos pequenos

Quando nos instalamos 

Vivos e atentos

 

Este sentimento tem

Um fio condutor

Que não pode ser cortado

Nem sequer pela dor

 

Ainda assim, além destas belas palavras, aqui fica uma música por Nena.

"Portas do Sol"

 

 

Fica ainda o convite para uma visita aos programas "Minuto Verde" da Quercus, pois podem ser muito instrutivos:

https://www.google.pt/search?q=minuto+verde+quercus&sxsrf=ALiCzsbjAVQLXrwo6WL6daBFxPQTKtQBZQ%3A1651931256838&source=hp&ei=eHh2YtnIL4GIacWjtcgP&iflsig=AJiK0e8AAAAAYnaGiO7kQN4AHaQao1cJIpZ4V3iwNHit&ved=0ahUKEwjZ5IO-w833AhUBRBoKHcVRDfkQ4dUDCAc&uact=5&oq=minuto+verde+quercus&gs_lcp=Cgdnd3Mtd2l6EAMyBggAEBYQHjIGCAAQFhAeOgUIABCABDoLCC4QgAQQxwEQowI6BQguEIAEOggILhCABBDUAjoOCC4QgAQQxwEQowIQ1AI6BAgjECc6CwguEIAEEMcBENEDOgUIABDLAToLCC4QgAQQxwEQrwE6BwgAEAoQywE6BAgAEBM6CAgAEBYQHhATUABYwR1g2x9oAHAAeACAAZABiAHfEJIBBDguMTKYAQCgAQE&sclient=gws-wiz

 

E sim, haverá uma próxima edição do Concurso Natureza, ainda este ano.

Até breve.

 

Poesia de Marcelo O.S. e o Filme "A Melodia do Adeus" (2010)

por talesforlove, em 28.02.21

Hoje, um Poema e uma Tradução.

Flores Urbanas” (Fevereiro 2021), por Marcelo O. S., IWA, Brasil

Numa terra ocupada 
O ser humano é o maior culpado 
A flor não respira... 
Ela piora com a poluição, 
Folhas sujas de fumaça 
Um cinza que sufoca. 
As flores urbanas sofrem. 
As pessoas sofrem... 
A natureza reluta... 
O povo luta. 
Mais prédios aparecem, 
No amanhecer ninguém conhece. 
Ninguém merece... 
A floresta empedrou 
A pedra dominou, 
As flores raras se escondem 
As flores de plástico aparecem 
E no mundo artificial 
A ruína é total 
Pobre desse animal 
Num desenvolvimento total 
Vai sucumbindo, definhando 
Até voltar para a natureza.

 

Para saber mais sobre o Autor:

https://marceloescritor2.blogspot.com/

 

Tradução, por Rui M., da Letra da Canção "When I Look at You" por Miley Cyrus

Do Filme de 2010 "A Melodia do Adeus", desse Ano dos Recomeços Sem Pandemias.

 

Quando Eu Olho Para Ti

 

Todos nós precisamos de inspiração

Todos nós necessitamos ter uma canção

Uma linda melodia

Quando a noite é tão longa porque não existe garantia

Que esta vida seja fácil, Sim, quando o meu mundo se desmorona

Quando não existe qualquer luz para quebrar a escuridão

É então que Eu, Eu

Olho para ti quando as ondas

Inundam a costa e Eu não posso

Encontrar de novo o meu caminho para casa

É então que Eu, Eu

Olho para ti

 

Quando Eu olho para ti, Eu vejo perdão

Eu vejo a verdade

Tu amas-me por aquilo que Eu sou

Tal qual as estrelas amparam a lua

Mesmo ali onde elas pertencem

E Eu sei que não estou na solidão, Sim, quando o meu mundo se desfaz em pedaços

Quando não existe qualquer luz que disperce a escuridão

É então que Eu, Eu

Eu olho para ti quando as ondas

Tomam conta da costa e Eu não posso

Encontrar o meu caminho de novo até casa

É então que Eu, Eu

Eu olho para ti

 

Quando Eu olho para ti, Eu vejo perdão

Eu vejo a verdade

Tu amas-me por aquilo que Eu sou

Tal qual as estrelas amparam a lua

Mesmo ali onde elas pertencem

E Eu seu que não estou sózinho, Sim, quando o meu mundo se desfaz em pedaços

Quando não existe qualquer luz que disperce a escuridão

É então que Eu, Eu

Eu olho para ti

Tu surges tal qual um sonho para mim

Tal qual as cores de um caleidoscópio que me envolvem

E a tudo o que eu preciso

Será que não sabes que és pura beleza?

Quando as ondas tomam conta da costa

E Eu não posso

Encontrar o meu caminho de novo até casa

É então que Eu, Eu

Eu olho para ti

 

Fonte da letra original:

https://www.metrolyrics.com/when-i-look-at-you-lyrics-miley-cyrus.html

Parcela acrescentada a partir ouvindo o vídeo do filme:

"Tu surges tal qual um sonho para mim

Tal qual as cores de um caleidoscópio que me envolvem

E a tudo o que eu preciso

Será que não sabes que és pura beleza?"

 

Aqui mais sobre o Filme:

https://www.youtube.com/watch?v=k5JpztqeSAM

 

 

Um abraço.

Até breve. Eventualmente Dia 13 de Março.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D