Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contos das Estrelas

Neste blog são apresentados conteúdos literários. Para qualquer assunto podem contactar o autor via ruiprcar@gmail.com. Aceitam-se contributos de outros autores, de 4 a 24 de cada mês, relativos ao tema Natureza ou Universo :-)

Contos das Estrelas

Neste blog são apresentados conteúdos literários. Para qualquer assunto podem contactar o autor via ruiprcar@gmail.com. Aceitam-se contributos de outros autores, de 4 a 24 de cada mês, relativos ao tema Natureza ou Universo :-)

No Dia da Mãe um fado inesperado

por talesforlove, em 01.05.22

Este é um dia especial, não em termos literários, não aconteceu nada fora do comum, que saibamos, mas é Dia da Mãe. Portanto, de certa forma, é também dia das crianças.

Recentemente, um fado novo surpreendeu algumas pessoas pela leveza e porque fala sobre brincadeiras e o nosso lado de criança. O "Fado da Brincadeira" por Bruno Igrejas.

Espero que gostem.

Duas partilhas, em dois blogs distintos, são aqui apresentados. Um deles é como uma oferta de uma flor para uma mãe. O outro fala-nos do dia-a-dia e do que nele existe que pode ser matéria-prima para uma obra literária sobre a natureza humana.

https://alicealfazema.blogs.sapo.pt/azoia-1544334

https://quinta-a-noite.blogs.sapo.pt/as-coisas-da-vida-197130

 

Até breve.

Fado, Verão e Esquecimento

por talesforlove, em 26.07.21

Por estes dias sente-se o Verão, sente-se aquela vontade de férias, que mais parece programada que livre. Felizmente, hoje o dia foi já mais veraneante, o sol apareceu e banhou-nos com a sua alegria radiante. Não vale a pena ler tanto como antes :-) A não ser que se estenda a toalha e depois se leia, um pouco, por palavras e depois se leia o horizonte. 

Confuso?! Talvez! Realmente, às vezes mais vale esquecer parte da realidade que nos rodeia e estarmos abraçados apenas àquela que nos faz mais felizes.

Sim, talvez seja tempo de nos convertermos ao Verão, pelo menos ao seu lado bom.

"A Conversão" um poema de Ana Luísa Amaral:

https://www.rtp.pt/play/p1109/e554110/a-vida-breve

Sem dúvida, um belo poema cheio de amor, natureza e calor.

Ainda para nos mantermos nestes passos mais tranquílos e alegres, um belo Fado por Teresinha Landeiro "Amanhã", com um cheiro a mar e boa disposição:

E entretanto, fica o nosso adeus aos Santos Populares de 2021, que parece terem ficado em casa e abandonado todos os outros que por eles esperavam, os malandros. O Fado de Teresinha Landeiro "Santo António Traiçoeiro (Fado Fininho)":

 

Fica também a nota que algures num futuro próximo, este blog irá fazer a experiência de publicar um conto novo, passo a passo, semana, mês, tempo após tempo.

 

Até breve.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D