Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Contos das Estrelas

Neste blog são apresentados conteúdos literários. Para qualquer assunto podem contactar o autor via ruiprcar@gmail.com. Aceitam-se contributos de outros autores, de 4 a 24 de cada mês, relativos ao tema Natureza ou Universo :-)

Contos das Estrelas

Neste blog são apresentados conteúdos literários. Para qualquer assunto podem contactar o autor via ruiprcar@gmail.com. Aceitam-se contributos de outros autores, de 4 a 24 de cada mês, relativos ao tema Natureza ou Universo :-)

Poemas a Marco Paulo

por talesforlove, em 17.04.21

O Concurso Literário Natureza 2020-2021 terminou no passado dia 13 de Abril. Todavia, tal como previsto no regulamento, fazemos um breve prolongamento de tempo para receber mais alguns poemas para homenagear Marco Paulo. Por outras palavras, até final de Abril, ainda recebmos poemas para homenagear Marco Paulo!

Entretanto, partilha-se um programa de Bruno Nogueira, com forte componente ambiental:

https://www.tsf.pt/programa/tubo-de-ensaio/emissao/agua-com-sabor-a-fukushima-13567652.html

E, já agora, este sobre petições...

https://www.tsf.pt/programa/tubo-de-ensaio/emissao/agarrados-as-peticoes-13562999.html

Portanto, partilha-se, novamente, esta petição para Portugal, e que fz muito sentido em tempos de Covid-19:

https://peticaopublica.com/mobile/pview.aspx?pi=movimento8

 

Finalmente, partilha-se sobre a felicidade...

https://fuiprocrastinar.blogs.sapo.pt/530-ser-feliz-da-trabalho-567385

 

Para terminar, hoje, apresenta-se a seguinte poesia de Viviane P.:

 

Isolamento

 

Eu me perdi no sofrimento,

Vi tanta gente triste , tanto vento.

Fiz até analogia entre a chuva e o sentimento.

Eu não vivo mais a contento...

Não tenho mais um parágrafo, vírgula, acento,

Só tenho mesmo hiatos, um e outro momento.

Frases curtas, miúdas e um pensamento,

Me expresso em contingências sem qualquer questionamento.

Sigo a passos lentos, mente em arrebatamento.

Ah, o futuro não está mais em andamento...

Eu me enganei , me faltou discernimento!

E, no meu peito veio o arrependimento,

De não ter percebido o grande acontecimento:

A virada no mundo, o afastamento!!

Por que não mudei meu comportamento?

Agora é um a um em isolamento!

Eu sinto muito, ah, como eu lamento...

Mas, deixo aqui meu depoimento:

A tristeza sim é que é aprisionamento!

E ainda que obrigatório o distanciamento,

Posso desejar-lhe em um aceno, um cumprimento,

Dias melhores, dias de paz e de acolhimento!

 

Até breve.

 

 

 

 

Tempo de Ciência, Esperança, Pandemia e Poesia

por talesforlove, em 21.01.21

Hoje, é tempo de recolhimento, mais velhos, mais novos, todos juntos, porque todos contam e todos devem estar protegidos, para a esperança prevaleça. Fica este apelo. E que haja sentido de comunidade. Protejam-se.

Fica ainda o apelo a que apoiem não só os Profissionais de Saúde mas também os Profissionais de Ciência.

Podem apoiar aqui:

Carta aberta por um investimento urgente em Ciência em Portugal : Petição Pública (peticaopublica.com)

https://peticaopublica.com/mobile/pview.aspx?pi=movimento8

E participem, em Abril, no Concurso Natureza 2020-2021, algumas publicações atrás neste blog.

Partilha-se ainda um poema de Antonio Cisneros - Então, nas águas de Conchán (Verão de 1978) no programa O Som que os Versos Fazem ao Abrir.

O Som que os Versos Fazem ao Abrir de 20 Jan 2021 - RTP Play - RTP

https://www.rtp.pt/play/p3076/e518950/o-som-que-os-versos-fazem-ao-abrir

 

Até breve.

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D