Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Contos das Estrelas

Neste blog são apresentados conteúdos literários. Para qualquer assunto podem contactar o autor via ruiprcar@gmail.com. Aceitam-se contributos de outros autores, de 4 a 24 de cada mês, relativos ao tema Natureza ou Universo. :)

Contos das Estrelas

Neste blog são apresentados conteúdos literários. Para qualquer assunto podem contactar o autor via ruiprcar@gmail.com. Aceitam-se contributos de outros autores, de 4 a 24 de cada mês, relativos ao tema Natureza ou Universo. :)

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Publicidade automática:

"Nella Fantasia" por Summer Watson

por talesforlove, em 13.03.18

 

 

[Em Italiano]

 

Nella Fantasia

Nella fantasia io vedo un mondo giusto

Li tutti vivono in pace e in onestà

Io sogno d'anime che sono sempre libere

Come le nuvole che volano

Pien' d'umanità in fondo all'anima


Nella fantasia io vedo un mondo chiaro

Li anche la notte è meno oscura

Io sogno d'anime che sono sempre libere

Come le nuvole che volano


Nella fantasia esiste un vento caldo

Che soffia sulle città, come amico

Io sogno d'anime che sono sempre libere

Come le nuvole che volano

Pien' d'umanità in fondo all'anima

 

[Em Inglês]

 

In My Fantasy


In my imagination I see a fair world,
Everyone lives in peace and in honesty there.
I dream of souls that are always free,
Like the clouds that fly,
Full of humanity in the depths of the soul.

In my imagination I see a bright world,
Even the night is less dark there.
I dream of souls that are always free,
Like clouds that fly.

In my imagination there exists a warm wind,
That breathes on the cities, like a friend.
I dream of souls that are always free,
Like clouds that fly,
Full of humanity in the depths of the soul.

 

Fonte: http://lyricstranslate.com/en/nella-fantasia-my-fantasy.html

 

[Em Português]

 

Na minha fantasia 

Na minha imaginação eu vejo um mundo justo, 
E lá todos vivem em paz e honestidade. 
Eu sonho com almas que são sempre livres, 
Tal como as nuvens que voam, 
Cheias de humanidade até às profundidades do seu ser. 

Na minha imaginação eu vejo um mundo luminoso 
Onde mesmo a noite é menos sombria 
Eu sonho que lá as almas são sempre livres, 
Como nuvens a voar 

Na minha imaginação existe um vento quente 
Que sopra sobre a cidade, como um amigo 
Eu sonho com almas sempre livres, 
Como nuvens que voam, 
Cheias de humanidade até ao mais recôndito lugar do seu ser.

 

Nota: Tradução para Português por Rui M.

 

 

 

meta

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D