Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Contos das Estrelas

Neste blog são apresentados conteúdos literários. Para qualquer assunto podem contactar o autor via ruiprcar@gmail.com Boas leituras!

Contos das Estrelas

Neste blog são apresentados conteúdos literários. Para qualquer assunto podem contactar o autor via ruiprcar@gmail.com Boas leituras!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Publicidade automática:

Tríptico poético em clave de Sol

por talesforlove, em 10.06.15

I Primeira parte

 

Um dia irás além.
Verás de novo o horizonte como ao presente,
após esqueceres o efémero e mudo passado.

 

II  Segunda parte

 

Alguém disse, e escreveu, que na vida só se é feliz
quando se ama alguém. E eu acredito, porque só então as íris
se dilatam com a cromaticidade da incadescência musical.
E ninguém leva a mal. E quando me levanto pela manhã,
já a a eternidade do sol irradia o seu calor de átomos saltitantes.
Dantes tudo era ausência, então tudo é demência. Mas, não
há esquecimento nem se sente o vento, só o tormento que permite dormir ao relento.
E a morte nada pode, porque a vida, passada em revista é
uma sucessão de bebidas, aperitivos, queijos e beijos, diante da nossa vista.

[para breve a 3a parte]

meta

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D